Chegada de navio de Cruzeiro a Balneário Camboriú “Tem impacto nacional”

MSC Preziosa atracou pela primeira vez na região entrando na rota dos navios de cruzeiro nos mares do Sul (Imagem:s1.1zoom.me)

Esta quinta-feira (6) marcou a chegada do MSC Preziosa, primeiro navio de cruzeiro a atracar na cidade. Mais de três mil turistas desembarcaram pela manhã e foram se divertir em atrações da região.

Carlos Metzner Silva (vice-prefeito BC), Vinicius Lummertz (Embratur), Júlio Tedesco (Marina Tedesco), Fabricio Oliveira (prefeito BC), Marco Massa (comandante) e Adrian Ursilli ( MSC) (Imagem:Embratur)

“Balneário Camboriú é a primeira cidade do litoral catarinense a entrar definitivamente na rota dos navios de cruzeiro no Sul do Brasil, trazendo mais desenvolvimento, negócios, emprego e renda para esta região”, afirmou o presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, na solenidade de troca de placas. “É um momento histórico, que impacta o próprio turismo nacional num momento em que a economia precisa deste setor para alavancar o desenvolvimento do nosso País”, destacou

Lummertz, anunciou também batimetrias em baías de outras cidades catarinenses para permitir a atracação de navios de cruzeiro.

“Já temos a garantia do ministro do Turismo, Marx Beltrão, de fazer o trabalho em Florianópolis e poderemos estender também para Porto Belo, São Francisco do Sul e Imbituba”.

O Navio

O MSC Preziosa pode abrigar até 3.502 passageiros, tem 1.400 tripulantes e sua altura equivale a um prédio de 22 andares. O comandante do navio, Marco Massa, fez a troca de placas com o presidente da Embratur, num ato que é tradicional quando um navio de cruzeiro chega pela primeira vez à cidade.

O diretor-geral da MSC no Brasil, Adrian Ursilli, concordou que realmente é um momento histórico, porque se vive a redenção dos navios de cruzeiro no Brasil, que foram seriamente afetados pela crise. E acabaram se transferindo para a China, Oriente Médio e até para Cuba.

 “Esta atracação feita hoje aqui em Balneário Camboriú é a pedra fundamental do retorno dos investimentos no nosso setor, que teve uma queda nos últimos anos de 20 navios para apenas sete, e uma queda de faturamento de R$ 4 bilhões para R$ 1,7 bilhão. É hora de retomar e, na próxima temporada, queremos ter mais um navio para atender a demanda”.

O presidente da Marina Tedesco, Júlio Tedesco, reportou os 10 anos de luta para conseguir implantar o terminal para navios de cruzeiro.

“São vocês da MSC, tripulantes e também os passageiros, que vão dizer se esta foi uma boa luta”, afirmou.

Para o prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira:

“Somos a capital catarinense do turismo, mas faltava a chegada dos turistas pelo mar. A autoestima dos nossos cidadãos está lá em cima, é um novo tempo para a nossa cidade e para toda essa região de Santa Catarina, tão cheia de atrações”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *