Brasil Junino chega à Espanha com festa

Quadrilhas juninas se apresentaram na abertura do Brasil Junino em Madri (Foto: Marília Oliveira)

Depois do grande sucesso alcançado ao passar por Lisboa, onde reuniu um público de mais de 15 mil portugueses, o festival Brasil Junino chega à Madri. Na capital da Espanha, a cultura das festas juninas está sendo apresentada no Colegio Mayor – Casa do Brasil até o dia 30 de abril, com entrada gratuita. O projeto é uma iniciativa do Instituto Brasileiro de Integração – Cultura, Turismo e Cidadania (IBI) e conta com o patrocínio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo).

“Com esta ação, estamos promovendo a visibilidade da marca Brasil em países estratégicos da Europa – Portugal, Espanha, Itália e Inglaterra –, bem como divulgando a nossa diversidade cultural”, afirmou o diretor de Marketing e Relações Públicas da Embratur, Sérgio Flores, na abertura do evento no último dia 21.

Segundo ele, o objetivo do Instituto é diversificar a oferta turística no exterior com uma atração complementar aos principais destinos. “Paralelamente ao Brasil Junino, são realizadas ações institucionais voltadas para o trade turístico e para a imprensa especializada, fortalecendo as ações da Embratur para a comercialização e promoção do destino Brasil nesse mercado”, reforçou o diretor da autarquia.

O geógrafo Joaquím del Palacio ficou encantado com a apresentação das danças típicas: “Eu não conhecia as festas juninas brasileiras. Estou gostando muito, são pessoas muito alegres com seus trajes típicos, sua música, sua dança, além de provar a deliciosa gastronomia. Me senti um pouco no Brasil hoje e gostaria de conhecer o País”.

Já o fotógrafo Héctor De Diego, que conhecia somente o Carnaval do Brasil por vídeos diz que agora, ao presenciar toda essa festividade junina, aumentou a sua vontade em viajar para o País. “Gostei muito das cores, das músicas, as festas juninas parecem muito interessantes, intimistas e autênticas, onde se pode desfrutar com toda a família”, disse.

As festas juninas brasileiras, realizadas principalmente em sete cidades da região Nordeste do País, estão representadas no evento por meio de atrações culturais, shows, músicas, apresentações teatrais, degustação de bebidas e pratos típicos. Entre os artistas que representam essa vasta cultura, estão: Os Gonzagas e Pé de Cerrado, a quadrilha junina Raio de Sol, o balé Flor do Cerrado e a dupla Mateus e Catirina, que encenará a lenda do Bumba Meu Boi.

“O retorno que estamos vendo aqui na Europa superou as nossas expectativas. Em Lisboa, foi àquela explosão, uma coisa incrível de se identificar com o povo de forma fantástica. Aí chegamos aqui e temos essa excelente resposta: pessoas brincando a quadrilha, felizes, dançando com as batidas das músicas. É isso o que queremos, fazer com que as pessoas sintam o que são as festividades juninas brasileiras através da sua essência e dos seus sentidos”, comemorou a presidente do IBI, Edilane Oliveira.

  • Mercado espanhol

O mercado espanhol se conecta ao Brasil através de 36 voos semanais, que ligam duas cidades espanholas, Madri e Barcelona, a três capitais brasileiras: São Paulo – SP, Rio de Janeiro – RJ, Salvador – BA. No total, estão disponíveis cerca de 11 mil assentos entre os dois países por semana.

Em 2016, a Espanha foi o décimo primeiro maior emissor de turistas para o Brasil – o sexto maior da Europa, representando 2,25% da demanda total de estrangeiros no ano, com 147.846 visitantes. A cultura é a terceira motivação dos espanhóis que viajam ao país por lazer, o que representa 17,3% da demanda para este grupo.

  • Sobre os artistas

Os Gonzagas – Dois irmãos, um primo e quatro amigos se juntaram para fazer forró jovem, mas sem perder a essência das raízes do Nordeste brasileiro. O repertório dos shows é composto por músicas de diferentes estilos, a exemplo de versões de rock e de temas de videogame.

Grupo Pé de Cerrado – Formado em Brasília (DF), o grupo está junto há 17 anos. As apresentações são resultado de um intenso trabalho de pesquisa sobre a miscigenação brasileira, além de muita dedicação e talento dos artistas. O resultado é uma deliciosa mistura de música, poesia, teatro, folclore e circo.

Balé Flor do Cerrado – O Balé é famoso por misturar as principais manifestações folclóricas do Nordeste brasileiro, como o maracatu, frevo, xaxado à dança clássica e contemporânea.

Mateus e Catirina – Os atores Rebeca Oliveira e Fagner Saraiva recontam a história popular do casal Mateus e Catirina em uma apresentação emocionante sobre a lenda do Bumba Meu Boi.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *