10 motivos para visitar o Canadá nas próximas férias

Foto: Divulgação

O Canadá está em alta: segundo levantamento da CVC, maior operadora de viagens das Américas, as vendas de viagens para o destino aumentaram 35% em 2016, se comparado com 2015, e foram motivadas por fatores como barateamento do dólar canadense (de até 30%) frente ao dólar americano, diversidade na oferta de rotas turísticas, de estudo e trabalho para brasileiros e facilidade de pagamento das viagens.

Para este ano, o incentivo aos brasileiros para visitar o Canadá é ainda maior. A partir dessa semana, quem tiver visto canadense emitido nos últimos 10 anos ou que possua visto americano válido poderá entrar no Canadá fazendo apenas o pedido do ETA – Electronic Travel Authorization (sigla em inglês para Autorização Eletrônica de Viagem), indicado para turistas e para quem pretende estudar no País em cursos de curta duração, de até 24 semanas (6 meses).

Antes do processo de liberação eletrônica, era necessário que o viajante solicitasse o visto em uma das unidades do Centro de Solicitação de Vistos do Canadá (CVAC) no Brasil (em São Paulo, Rio de Janeiro ou Brasília), que costumam emiti-lo em até 15 dias úteis, procedimento que continua valendo para quem nunca viajou ao Canadá ou que não possui visto americano.

Atenta a essa movimentação e de olho no potencial do Canadá para atrair mais brasileiros, a CVC está investindo no lançamento de novas rotas, entre elas a “Brasileiros no Leste Canadense”, que inclui acompanhamento de guia que fala português e visitas às cidades de Toronto, Ottawa, Quebec e Montreal, sendo esta uma das 10 razões que a operadora pontua para que o brasileiro viaje ao Canadá.

Seja para trabalhar, estudar ou “turistar”, o Canadá está mais atrativo aos brasileiros – conheça 10 motivos para viajar ao País na próxima oportunidade:

Visto – Em um momento em que países endurecem o controle migratório, o Canadá caminha na rota contrária. A partir da próxima semana, brasileiros que tiverem um visto canadense emitido nos últimos 10 anos ou que possuam um visto americano válido, poderão entrar no país para fazer intercâmbio, negócios e turismo apenas com a emissão de um ETA (Electronic Travel Authorization, sigla em inglês para Autorização Eletrônica de Viagem). A autorização terá valor de sete dólares canadenses – em torno de R$ 16, bem mais em conta do que os CAD 100 do tradicional do visto de turismo ou R$ 230.

 

Canada Day – Durante todo o ano, o Canadá está em festa. O país comemora 150 anos. O aniversário canadense, conhecido como Canada Day, é festejado anualmente em 1º de julho, com música e fogos por todo o país. Para divulgar a agenda de comemorações, o governo do país criou o site Passport 2017 (http://passport2017.ca/) O Canadá Day é o principal feriado nacional do país e marca a assinatura do Ato Constitucional de 1867, que estabeleceu a formação do país, a partir das colônias britânicas nessa região da América do Norte, que correspondem ao território atual das províncias de Ontario, Quebec, New Brunswick e Nova Scotia.

Moeda – Para quem deseja viajar para o Canadá nos próximos meses, seja para um período de estudo, negócios ou lazer, a atual cotação da moeda traz um alívio para o bolso dos brasileiros.   O dólar canadense, conhecido popularmente “Ioonie”, tem sofrido alta  desvalorização ao longo dos últimos anos frente a outras moedas, como o euro, dólar americano e a libra, diminuindo assim o seu valor de compra.  Hoje, um dólar canadense (CAD 1) equivale cerca de R$ 2,33 – 30%  a menos se comparado com o dólar americano.

Cursos no Exterior – O Canadá é o destino líder na preferência dos brasileiros que buscam incrementar o currículo com uma experiência internacional.  Com ensino de qualidade, excelentes serviços públicos, cultura amigável e alto nível de qualidade de vida, o país oferece, ainda, excelentes opções de cursos de idioma a preços acessíveis. Para quem deseja estudar em Vancouver em agosto, por exemplo, a CVC oferece uma opção de pacote que inclui 2 semanas de cursos de idiomas com 20 horas/aula, material didático, hospedagem em casa de família com meia pensão, por a partir de 12x sem juros R$ 472.

Novos Roteiros – Atenta à crescente demanda de brasileiros que estão com intenções de visitar o Canadá nas próximas férias, a CVC está lançando novos roteiros para o País e, também, combinando-o com Estados Unidos em uma mesma viagem. São 5 novos roteiros, todos já incluindo hospedagem, percurso em ônibus de turismo entre as cidades do roteiro, traslados e passeios, que podem ser parcelados em até 12 vezes sem juros. Um deles, com duração de 9 dias, visita Toronto, Ottawa, Quebec e Montreal   e custa a partir de US$ 1.632. O turista também tem a opção de customizar a viagem na CVC de acordo com suas preferências de dias e cidades.

País acolhedor – Historicamente, o Canadá é resultado de tradições indígenas, britânicas e francesas e, por este motivo, seus residentes estão acostumados a receberem estrangeiros e se orgulham em manter sua história preservada, para assim ser conhecida por outras culturas. Seja em cidades maiores como Vancouver e Toronto, ou em menores Calgary e Banff, o turista é bem recebido.  E engana-se quem acha que o idioma pode ser uma barreira. Os roteiros de circuitos da CVC contam com guias locais que falam português e que auxiliam os passageiros durante toda a viagem. Mas se o objetivo for treinar o idioma, também existe a opção de viajar sem o guia que fala português.

Europa da América do Norte – Montreal é a cidade canadense mais europeia da América do Norte. Segunda maior cidade do Canadá, atrás somente de Toronto, a cidade fica na província de Quebec, onde a primeira língua é o francês e, por esse motivo, a mistura dos idiomas oficiais do país é constante. Os contrastes linguísticos não são os únicos. Em um simples passeio é possível admirar as charmosas construções coloniais, como a Basílica de Notre-Dame, considerada um dos símbolos mais importantes da Velha Montreal, e relaxar nos gramados do Parc du Mont-Royal.

Belezas Naturais – Segundo maior país do mundo, o Canadá oferece aos seus visitantes uma diversidade de belezas naturais de tirar o fôlego. Banhado por dois oceanos e cortado por uma imensa cordilheira, o país também conta com rios de beleza estonteante, cidades modernas e vida silvestre abundante. Desde os campos verdes de Vancouver como o Stanley Park  até as montanhas de Whitles, a arquitetura robusta da cidade de Toronto e as Cataratas do Niágara, o que não falta no país são paisagens incríveis e uma beleza natural ímpar.

Gastronomia mundial – Com influências de diversas nacionalidades, a gastronomia canadense é tão extensa quanto seu território.  Ao visitar o país é possível encontrar grandes redes de restaurantes internacionais a preços bem convidativos.  Mas se a ideia é experimentar a gastronomia local, não deixe de provar o  Poutine, um dos pratos típicos do país, feito com batatas fritas, queijo e um molho especial, que faz sucesso entre os turistas. De sobremesa, vá de  Butter Tart, torta feita de ovos, açúcar e Maple Syrup, xarope proveniente da árvore mais famosa do País e cuja folha é símbolo de sua bandeira.

Sim, faz verão – Ao contrário do que a maioria pensa, o Canadá não é um destino frio durante o ano inteiro.  Uma das estações mais apreciadas pelos turistas no país é o verão, que vai de junho a setembro. A estação chama atenção pelas temperaturas mais amenas e os dias mais longos, com sol raiando a partir das 4 horas da manhã, perfeito para aproveitar os dias.Para quem quer fazer compras, viajar para o Canadá no mês de agosto é uma ótima pedida, já que muitas lojas fazem promoções de fim de estação, o que possibilita comprar roupas de verão com o preço bem mais atraente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *