6 em cada 10 turistas que nunca foram ao Rio de Janeiro têm intenção de conhecer a cidade

Foto: Divulgação 

O Ministério do Turismo encomendou uma pesquisa para medir a imagem do turismo no Rio de Janeiro. Foram entrevistados 1.000 visitantes potenciais das cidades de São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Porto Alegre, capitais consideradas prioritárias dentro do plano de marketing da cidade do Rio de Janeiro (RioTur).

De acordo com o Instituto FSB, responsável pela elaboração da pesquisa, quase metade dos entrevistados (43,3%) nunca esteve no Rio de Janeiro. Porém, grande parte desses turistas (59,2%) têm interesse em conhecer a cidade e mais da metade (60%) já colocou o Rio na programação de viagens – visitarão a cidade maravilhosa em até um ano.

Outro dado positivo diz respeito à propaganda boca a boca. Grande parte dos entrevistados recomendaria o Rio de Janeiro para amigos e familiares. Somente 24,2% daqueles que responderam à pesquisa disseram que se tivessem que recomendar um destino, não seria o Rio.

As praias, a beleza da cidade, o Cristo Redentor e a famosa Copacabana foram os motivos mais citados por aqueles que desejam conhecer a cidade. Por outro lado, daqueles que não desejam conhecer o Rio (18,4% dos entrevistados), a violência foi citada como o principal motivo. A pesquisa revelou ainda como foi a experiência na cidade para aqueles que já conheciam o Rio de Janeiro. Para quase 76,7% dos entrevistados, a experiência na cidade foi ótima ou boa .

“O Rio de Janeiro é o cartão postal do turismo brasileiro. A cidade é a principal porta de entrada dos turistas que visitam nosso país a lazer e um dos principais destinos do mercado doméstico. Por esses motivos, o Ministério do Turismo tem uma atenção especial com a cidade e estamos trabalhando em um plano de ação para atrair ainda mais turistas e ampliar a ocupação hoteleira da cidade”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

O Ministério do Turismo participa de um grupo interministerial para auxiliar o Rio de Janeiro a se recuperar de dificuldades econômicas. O grupo tem como desafio estruturar um calendário para atração de turistas e ampliar a promoção.

O calendário de eventos, denominado “Rio de Janeiro a Janeiro”, tem como marco inicial o Réveillon e vai até dezembro de 2018, com cerca de 150 eventos com alto potencial de geração de emprego e renda. Além do calendário, que conta com o apoio também dos ministérios da Cultura e Esporte, o Ministério do Turismo está investindo na produção de vídeos sobre a cidade, que serão veiculados nas redes sociais da Pasta.

Assine nossa Newsletter
Seguir por E-mail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial

Gostou do nosso Portal? Assine nossa Newsletter