Costa realiza cerimônia da moeda do Costa Venezia

Foto: Divulgação Costa

A Costa Cruzeiros, marca italiana da Carnival Corporation, maior companhia de cruzeiros do mundo, realizou no dia 1º de novembro no estaleiro de Fincantieri, na Itália, a tradicional cerimônia da moeda para o seu novo navio Costa Venezia. Esse é o primeiro navio da companhia construído e projetado para atender aos hóspedes chineses, cuja operação começa a partir de 2019.

Durante a cerimônia, uma moeda comemorativa foi oficialmente acoplada na quilha do navio como símbolo de boa sorte e bençãos para sua futura jornada. O evento simboliza um marco histórico entre a Itália e a China e contou com a presença de autoridades do governo, parceiros comerciais e executivos da Costa Cruzeiros.

“A Costa está feliz em ter um navio que visa oferecer a melhor experiência aos nossos clientes chineses. O Costa Venezia demonstra nosso compromisso e confiança no mercado de cruzeiros que mais cresce no mundo. Com a chegada do novo navio em 2019, aumentamos ainda mais nossa oferta na região e reforçamos nossa posição de liderança na China”, diz Michael Thamm, CEO do Grupo Costa e Carnival Asia.

O Costa Venezia terá 135.500 toneladas e oferecerá 2.116 cabines para um total de 5.260 passageiros. O design do navio será dedicado a cidade de Veneza. Os hóspedes chineses desfrutarão de uma experiência única, imersos em uma viagem virtual e multisensorial pela gastronomia, arte, música e entretenimento de Veneza.

“A Costa Cruzeiros está orgulhosa em mostrar a beleza de uma das cidades italianas mais famosas para os consumidores chineses. A chegada de um novo  navio para a frota asiática é parte do nosso esforço contínuo para inovar e para superar as expectativas de nossos clientes”, diz Mario Zanetti, presidente do Grupo Costa Ásia.

O cruzeiro inaugural do Costa Venezia parte no início de março de 2019, de Trieste, com destino a Shangai, e escalas na Grécia, Israel, Emirados Árabes Unidos, Malásia, Vietnã e Japão, seguindo a famosa jornada de Marco Polo entre a Itália e a China.

Um segundo navio projetado especificamente para os hóspedes chineses, irmão do Costa Venezia, também será construído em Fincantieri e entregue em 2020. Os novos navios da Costa para a Ásia serão os 13º e 14º navios de cruzeiros erguidos no estaleiro italiano de Fincantieri, a partir de um investimento total de 6 bilhões de euros.

Além do Costa Venezia e de seu navio-irmão, o Grupo Costa ainda tem quatro transatlânticos  (dois para a Aida Cruises e dois para a Costa Cruzeiros) com previsão de entrega para 2021. Elas serão as primeiras embarcações movidas por Gás Natural Liquefeito. Esses quatro navios estão em construção nos estaleiros de Meyer, em Turku, na Finlândia e de Papenburg, na Alemanha.

Com a chegada do Costa Venezia, a Costa reposicionará o Costa Fortuna, um dos cinco navios da companhia atualmente na Ásia, novamente para o Mediterrâneo, reforçando assim suas opções de cruzeiros em águas europeias.

Em 2006, a Costa Cruzeiros foi a primeira companhia internacional a operar na China, se estabelecendo como líder de mercado. Com o início de uma “Nova Era da Costa” na China, a empresa se esforçará para superar as expectativas de seus hóspedes, inovando continuamente para oferecer experiências a bordo inesquecíveis.

O Grupo Costa é a companhia de cruzeiros líder na Europa, com sede em Gênova, na Itália. Os 27 navios das marcas Costa Cruzeiros, AIDA Cruzeiros e Costa Ásia têm, juntos, uma capacidade total de 76.000 leitos. A frota será reforçada com seis novos navios até 2021. A empresa possui uma força de trabalho global com 27 mil funcionários trabalhando a bordo e em seus 20 escritórios espalhados por 14 países.

Assine nossa Newsletter
Seguir por E-mail
FACEBOOK
TWITTER
LINKEDIN
INSTAGRAM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial

Gostou do nosso Portal? Assine nossa Newsletter